Destaque 2

Terry Gilliam responde perguntas dos fãs

Na semana passada, o jornal britânico The Guardian pediu para que os leitores enviassem perguntas para Terry Gilliam.

E no início desta semana o jornal publicou as respostas, que iam desde Monty Python até a carreira-solo dele.

terry gilliam perguntas
“Mandem perguntas, meus fãs!”

Veja mais em: Saiba quais membros do Monty Python escreveu cada esquete

Acompanhe aqui as respostas de Terry Gilliam para as perguntas dos fãs:

A revista Variety anunciou falsamente sua morte em 2015 com a manchete “Terry Gilliam do Monty Python morre aos XXX”. Como a notícia chegou até você?

“Eu vi online. Achei muito engraçado. Minha família ficou um pouco mais preocupada. Meu filho foi trabalhar e seu chefe disse: ‘Oh, Harry, sinto muito pela morte do seu pai’, e Harry não sabia nada sobre o fato. Perguntei ao meu advogado: ‘O que fazemos a respeito disso?’. Eu disse: ‘Vou escrever para a Variety e explicar o mal, a dor e a angústia que causaram à minha família’. Escrevi-lhes: ‘Uma coisa é ler o próprio obituário, mas foi tão mau como as críticas aos meus filmes’. Acrescentei: ‘Já que você causou tanta angústia, seria ótimo se vocês me oferecessem uma caixa de Chateau Margaux’. No final, mandaram uma caixa de Chateau Margaux, mas foi um ano ruim”.

Veja mais em: Revista Variety mata Terry Gilliam

TARANTINO

Quentin Tarantino disse que você deu a ele o melhor conselho de direção que ele já recebeu. Você discutiu a direção de um de seus roteiros?

“Foi no Sundance Institute, onde juntaram jovens cineastas com três diretores mais velhos. Eu li o roteiro de Cães de Aluguel e fiquei maravilhado. Os outros dois diretores profissionais – Stanley Donen e Volker Schlöndorff – não entenderam o roteiro. Quentin filmou uma pequena cena, mas foi exagerada, com muitos ângulos, tudo exagerado. Então conversei com ele e disse: ‘Cerque-se de pessoas realmente boas em quem você confia, que sejam mais experientes que você, e ouça-as. Isso faz muita diferença’. Agora, ele é tão bem-sucedido e famoso que nem consigo falar com ele pelo telefone. Adoro assistir os filmes dele”.

Veja mais em: Quentin Tarantino sentiu nojo do Monty Python

Duro de Matar é considerado por muitos um filme de Natal, pois se passa no período festivo e tem muitas coisas natalinas acontecendo. Por essa lógica, Brazil – O Filme também é um filme de Natal?

“Obviamente, por causa de todas as compras de Natal – eles estão comprando presentes para todos os executivos. É um filme de Natal, mas provavelmente não é um filme de Natal feliz”.

Veja mais em: Star Wars faz referência ao filme ‘Brazil’, de Terry Gilliam

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 41 anos na cara. Às vezes grava vídeos para o canal "Monty Python Brasil" no youtube e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor dos livros "A História (quase) Definitiva de Monty Python" e "O Guia da Carreira-Solo dos Membros do Monty Python".

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *