“A rainha gostava de palhaçada”, afirma Michael Palin

A rainha da Inglaterra, Elizabeth II, não é mais. Ela morreu aos 96 anos, e os membros do Monty Python prestaram suas condolências nas redes sociais.

Além disso, Michael Palin afirmou que gostava dela, e ela gostava de palhaçadas.

Michael Palin e a rainha da Inglaterra

Veja mais em: Michael Palin revela diário da rainha da Inglaterra

Em uma entrevista para o jornal Ham&High, sir Michael Palin falou sobre o senso de humor da rainha e a sua habilidade de contar histórias.

FUNDAMENTAL

De acordo com ele, a rainha da Inglaterra foi uma figura fundamental em sua vida, mantendo as coisas de forma silenciosa e consistente em tempos muitas vezes desconcertantes. “Ela tinha um forte senso de humor e podia contar bem uma história”.

Palin contou que sua esposa e ele tiveram muita sorte por terem se divertido no Castelo de Windsor.

“Sua Majestade, muito relaxada, indicou o impressionante tapete em que estávamos e como ele havia substituído outro, que foi danificado quando um fio ficou preso em um aspirador de pó. Com a empregada totalmente alheia, o tapete lentamente se desenrolou atrás dela. Longe de estar com raiva com a perda de um bom tapete, a rainha contou a história com ações totalmente mímicas e muita risada. Era aAdorável ter uma monarca que gostava de palhaçada”.

Veja mais em: Personalidades satirizadas no Monty Python – Parte IV

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 40 anos na cara. Às vezes grava o podcast "Pythoneando" e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor dos livros "A História (quase) Definitiva de Monty Python" e "O Guia da Carreira-Solo dos Membros do Monty Python"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.