O Biggus Dickus de ‘A Vida de Brian’ realmente existiu?

Em uma das cenas mais antológicas do filme A Vida de Brian, Pôncio Pilatos (interpretado por Michael Palin) faz menção a um amigo chamado “Biggus Dickus” (interpretado por Graham Chapman).

É então que os centuriões começam a rir. E se torna uma das cenas mais engraçadas do filme.

O “Grande Pênis” esculpido na pedra

Veja mais em: Sabiam que é possível morrer de rir ao ler ou ouvir uma piada?

Mas o que tem de tão engraçado nesse nome, Biggus Dickus?

MONTY PYTHON

Acontece que esse nome é um trocadilho em latim para “Big Dick”, que em inglês significa “Grande Pênis”.

E a piada do Monty Python está na menção desse nome (a quinta série que habita em mim saúda a quinta série que habita em vocês).

Tá, mas ele realmente existiu durante a época do Império Romano?

ESCULTURA

Acontece que alguns arqueólogos encontraram uma escultura de cerca de 45 centímetros em uma vila romana. O falo antigo estaria esculpido numa parede e estaria à vista dos visitantes.

Ele foi descoberto em um local de escavação nas ruínas de El Higueron, na província de Córdoba, na Espanha.

Nota da redação: De 218 a 201 a.C. a Hispânia fez parte do Império Romano.

Especialistas explicam que as esculturas de pênis eram considerados símbolos de boa sorte e fertilidade e eram frequentemente encontrados em casas e bases militares durante os dias do Império Romano.

De acordo com o diretor da escavação, Andres Roldan, os soldados carregavam pequenos amuletos fálicos como símbolos de virilidade. “Mas este é extraordinariamente grande, e um dos maiores descobertos até hoje”

Ou seja, é o verdadeiro Biggus Dickus!

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 40 anos na cara. Às vezes grava o podcast "Pythoneando" e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor dos livros "A História (quase) Definitiva de Monty Python" e "O Guia da Carreira-Solo dos Membros do Monty Python"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.