Filme de Terry Gilliam será feito com Lei de Incentivo à Cultura

O próximo filme de Terry Gilliam, The Man Who Killed Don Quixote (ou, O Homem Que Matou Dom Quixote), está quase pronto graças à Lei de Incentivo à Cultura.

O Monty Python continua vivo!

Veja Mais Em: Sabia que Eric Idle foi o único a aparecer nos Simpsons?

Gilliam está filmando em Portugal, e o filme vai se beneficiar do novo sistema de incentivos fiscais criado pelo governo português para atrair produções cinematográficas estrangeiras. É o equivalente à Lei de Incentivo à Cultura.

De acordo com a co-produtora do filme, Pandora da Cunha Telles, O Homem que Matou Dom Quixote será o primeiro filme se beneficiar desse sistema de incentivos fiscais.

O teto máximo de crédito fiscal a atribuir anualmente é de sete milhões de euros em 2017, dez milhões de euros em 2018 e de 12 milhões de euros a partir de 2019.

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 40 anos na cara. Às vezes grava o podcast "Pythoneando" e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor dos livros "A História (quase) Definitiva de Monty Python" e "O Guia da Carreira-Solo dos Membros do Monty Python"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.