Michael Palin pode nunca mais fazer documentários

Depois de muitos projetos terem sido adiados pelos executivos da BBC, o membro do Monty Python Michael Palin afirmou que é improvável que ele faça mais documentários de viagem.

A informação veio de uma entrevista para o jornal inglês The Telegraph.

O comediante, que começou a fazer documentários em 1980, disse que os executivos “assustados” agora tentam interferir muito nos programas desse tipo, restringindo todo o processo criativo.

As coisas mudaram. O clima na BBC mudou um pouco. Por alguma razão eles estão com medo. Eles querem saber o que você vai fazer , por que você está indo fazê-lo e quanto isso vai custar, essas coisas.

O python continuou:

Antes, não tínhamos que pegar o telefone e dizer o quanto tínhamos feito naquele dia. Podíamos nos dar ao luxo de fazer isso ou aquilo. Isso foi um grande privilégio e não aconteceria agora.

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 40 anos na cara. Às vezes grava o podcast "Pythoneando" e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor dos livros "A História (quase) Definitiva de Monty Python" e "O Guia da Carreira-Solo dos Membros do Monty Python"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.