Por que o público dá risada quando “Purley” é citada no esquete?

Sabe o esquete “Nudge, Nudge”, da série Monty Python’s Flying Circus?

Isso, aquele esquete em que o personagem de Eric Idle (nomeado algumas vezes como “Arthur Nudge”) faz algumas insinuações sexuais para o personagem de Terry Jones.

Apresento-lhes Purley
Apresento-lhes Purley!

Veja Mais Em: Flying Circus: o esquete sexual que entrou para o dicionário

Nesse esquete, tem um momento em que Idle pergunta para Jones de onde é a esposa dele. E Jones responde que ela é de Purley.

Ouvimos, então, algumas risadas.

Nas apresentações ao vivo desse esquete, o público dá uma enorme risada quando Jones cita “Purley”. E nós, pequenos brasileirinhos, acabamos por não entender o motivo do riso.

Afinal de contas, o que tem de tão engraçado na palavra “Purley”?

O PÚBLICO DÁ RISADA

Por conta dessa minha dúvida, eu consultei uma amiga britânica fã de Monty Python. E ela me explicou o que pode ser a causa do riso.

Segundo ela, Purley é “uma área bastante rica e provavelmente cheia de pessoas indo e voltando de Londres”.

Então é como uma cidade-dormitório, em que a maioria dos moradores trabalham em Londres. Provavelmente, as pessoas dão risada dessa cena por causa das pessoas ricas e esnobes que vivem em Purley.

Talvez os Pythons desprezassem esse tipo de pessoa e zombassem por eles serem conservadores.

E aí, tem alguma dúvida pythonesca? Manda pra contato@andartolo.com, que vamos tentar saná-la!!

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 40 anos na cara. Às vezes grava o podcast "Pythoneando" e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor dos livros "A História (quase) Definitiva de Monty Python" e "O Guia da Carreira-Solo dos Membros do Monty Python"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.