Funcionário de hotel não reconheceu John Cleese

Vocês sabem que, além de Monty Python’s Flying Circus, o python John Cleese estrelou a série Fawlty Towers?

Ela é considerada a série mais engraçada depois do Flying Circus.

A capa da autobiografia de Cleese. Realmente, não é o suficiente

Veja Mais Em: Fawlty Towers, de John Cleese e Connie Booth

Essa série, Fawlty Towers, conta a história do pior dono de hotel do mundo.

SAPATOS

Ontem, o jornal iNews postou um trecho de uma palestra de Cleese, onde ele conta um fato que aconteceu num hotel, em Miami.

Segundo o python, ele tentou usar sua autobiografia, So, Anyway…, para provar quem ele era, sem sucesso.

Eu fui ao spa e deixei meus sapatos lá. Algum tempo depois, voltei ao quarto, quando recebi um telefonema perguntando: ‘podemos levar seus sapatos para o seu quarto?’ E eu respondi: ‘sim, muito obrigado’

Veja Mais Em: Uma banda de metal inspirada em Monty Python? Será? 

O funcionário chegou no quarto de Cleese segurando os sapatos em uma bolsa.

O senhor é o Sr. Cleese?

E John Cleese disse ao público da palestra: “Eu não tinha identificação alguma. Então lembrei que eu tinha uma cópia da minha autobiografia”.

Então, ele segurou o livro junto a seu rosto e disse: “Esse é o meu rosto, e esse é o meu nome, John Cleese”.

E o funcionário disse:

Me desculpe, mas isso não é o suficiente

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 40 anos na cara. Às vezes grava o podcast "Pythoneando" e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor dos livros "A História (quase) Definitiva de Monty Python" e "O Guia da Carreira-Solo dos Membros do Monty Python"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.