“James Bond está sem graça”, diz John Cleese

Em uma entrevista para a Radio Times, John Cleese disse que os filmes atuais de James Bond são sem graça.

John-Cleese-pierce-Brosnan-007

Eu fiz dois filmes seguidos de James Bond, e eu acredito que eles decidiram criar cenas de ação como as do filme ‘Identidade Bourne’, que são muito corajosas, mas sem humor.

Cleese, que estrelou 007 – O Mundo Não é o Bastante, de 1999, e 007 – Um Novo Dia Para Morrer, de 2002, também lamentou as edições recentes da saga do espião (vivido atualmente por Daniel Craig).

JAMES BOND

Segundo ele, essa nossa safra está sendo feita para favorecer o mercado de cinema asiático.

O investimento está vindo das Filipinas, Vietnã, Indonésia, onde o público prefere as cenas de ação, mas insistir demais nas sequências de ação é uma falha fundamental.

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 40 anos na cara. Às vezes grava o podcast "Pythoneando" e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor dos livros "A História (quase) Definitiva de Monty Python" e "O Guia da Carreira-Solo dos Membros do Monty Python"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.