O último trabalho de Graham Chapman foi um clipe do Iron Maiden

Durante o fim do programa Monty Python’s Flying Circus (em 1974) e sua morte, em 4 de outubro de 1989, Graham Chapman fez alguns trabalhos-solo por aí.

Participou de duas séries norteamericanas, fez esportes radicais, escreveu e protagonizou o filme O Pirata da Barba Amarela (Yellowbeard). Além disso, ele também fez muitas palestras em universidades do Reino Unido e EUA.

01

TRABALHO

O último trabalho de Graham Chapman foi uma participação no clipe Can I Play With Madness, do Iron Maiden (banda que foi muito influenciada pelo Monty Python, segundo o vocalista Bruce Dickinson).

O Iron Maiden lançou o clipe em 1988. Um ano depois Graham Chapman teve câncer nas amígdalas e hoje ele não é mais.

OBS pertinente: Para homenagear o Monty Python, os caras do Iron Maiden decidiram que no final de todo show tocaria “Always Look on the Bright Side of Life”, do filme A Vida de Brian. E é assim até hoje.

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 40 anos na cara. Às vezes grava o podcast "Pythoneando" e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor dos livros "A História (quase) Definitiva de Monty Python" e "O Guia da Carreira-Solo dos Membros do Monty Python"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.