Roubaram a placa de Graham Chapman

Calma, gente! Eu explico o que aconteceu:

No dia 28 de fevereiro de 2014, postei aqui a notícia de que o nome do python Graham Chapman era um dos finalistas para ganhar uma placa verde.

Essa placa teria o objetivo de marcar sua contribuição para a herança de Leicestershire, vila onde nasceu.

PLACA

Foram 50 candidatos, e Chapman venceu por causa dos votos dos internautas. Então, no dia 10 de dezembro do mesmo ano, a placa verde foi instalada e inaugurada.

Foi Michael Palin quem a inaugurou.

Veja Mais em: Placa em homenagem a Graham Chapman é inaugurada

Mas essa não foi a primeira placa em homenagem a Chapman. Em 1999, os responsáveis pela escola King Edward instalaram uma placa azul, onde Chapman passou a infância. Por fim, a escola fechou em 2011.

ROUBARAM A PLACA

Só que roubaram a placa de Graham Chapman.

Segundo o jornal Leicester Mercury, um porta-voz do Conselho de Leicestershire disse que é uma situação muito bizarra. “Ninguém realmente sabe ao certo o que aconteceu”.

Michael Palin e John Bailey, amigos de Chapman, e a placa verde
Michael Palin e John Bailey, amigos de Chapman, e a placa verde

Michael Palin afirmou que essa história não é divertida:

Eu acho que é isso é uma coisa muito estúpida e egoísta

Por fim, as famosas palavras de Graham resumem a situação:

Isso está ficando muito bobo!

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 40 anos na cara. Às vezes grava o podcast "Pythoneando" e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor dos livros "A História (quase) Definitiva de Monty Python" e "O Guia da Carreira-Solo dos Membros do Monty Python"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.