Para John Cleese, é Difícil Fazer Rir

Ontem, em uma entrevista para o jornal Sunday Times, o python John Cleese disse que percebeu muito cedo que “é muito fácil ser inteligente do que ser engraçado. Muito mais fácil”.

Segundo ele, é muito difícil fazer as pessoas rirem.

Você é, sem dúvida, o mais famoso dos membros do Monty Python.
“Oh, muito mais famoso”.

Qual é a sua relação com a fama?
“É mais do que ridícula”.

Faz você se sentir desconfortável quando as pessoas se aproximam de você?
“Quando elas brotam em mim e me dizem quão maravilhoso eu sou, eu não sei o que devo dizer. Então, eu costumo dizer ‘Eu sei! E você tem bom gosto para reconhecer isto!'”

E o medo do palco?
“Tive esse medo de ser ruim [na época do teatro na faculdade]. Eu só chorava e soluçava por causa da tensão”.

Você estava chorando e sentindo-se doente?
“Bem, eu acho que foi porque eu gostava tanto de escrever, e meu desempenho no palco era uma espécie de completar o círculo”.

Você acha que criou uma opinião diferente sobre o show business? Porque não era seu sonho de infância.
“Eu fiz um talk show – era Graham Norton, e Neil Diamond cantou e toda a plateia cantou. Eu olhei para o público e pensei ‘Eles estão realmente felizes!’ E, de repente, pensei ‘Meu Deus, show business é importante. Não é trivial, como sempre pensei que era”.

Isso deve fazer você se sentir melhor sobre o seu trabalho, então.
“Eu acho que faz sim. As pessoas dizem ‘Oh, você é tão maravilhoso’. Mas do que estão falando? Eu não inventei a cura para o câncer. Mas agora eu vejo que isso é uma maneira de apenas introduzir a felicidade”.

Talvez você seja muito maravilhoso.
“Bem, eu acho que sou!”

A entrevista terminou com Cleese rindo.

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 39 anos na cara. Às vezes grava o podcast Pythoneando, e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor do livro "A História (quase) Definitiva de Monty Python" e do ebook "O Guia da Carreira-Solo dos Membros do Monty Python"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *