• Thiago Meister Carneiro

Vocalista do Jethro Tull Investiu em Monty Python

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO jornalista Dan Epstein escreveu em seu blog que, numa entrevista com Ian Anderson, o vocalista do Jethro Tull, não deixou de perguntar as influências de Monty Python para o grupo:

Dan Epstein: Eu li que a capa do disco “Thick as a Brick” foi inspirada em Monty Python.

Ian Anderson: Sim. O humor britânico tem esta qualidade de ser algo lunático, uma coisa louca. Eu fui um investidor do filme “Monty Python Em Busca do Cálice Sagrado”. Vejo as declarações de royalties a cada ano, e é impressionante como que tem persistido ao longo dos anos. Os caras do Pink Floyd também foram grandes investidores do filme.

Um dia eu estava no aeroporto de Los Angeles, e encontrei-me com John Cleese. Eu disse: “Ainda estou recebendo cheques de royalties do filme Em Busca do Cálice Sagrado, e quero expressar a minha decepção, pois nunca tive a chance de investir em A Vida de Brian.

Ele disse: “Como assim?” E eu disse: “Alguns de nós queria investir em A Vida de Brian, mas George Harrison levou a coisa toda”. Ele disse: “Ah, mas fomos informados que os investidores do Em Busca do Cálice Sagrado não queriam colocar dinheiro em A Vida de Brian“. Eu perguntei “Sério? Quem lhe disse isso?” Ele respondeu: “Hum… George Harrison”.

Bem espertinho esse George, não?

(Para acessar o blog do jornalista Dan Epstein, clique aqui. Ou clique aqui para ver o Bozo)

Mais Coisas Pythonescas:

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 35 anos na cara. Foi para Camelot, mas desistiu de entrar porque era um lugar muito idiota.