• Thiago Meister Carneiro

Estudante zoa Pastor Homofóbico ao Estilo Monty Python

Todos os trabalhos do Monty Python já nos provaram que, se você quiser criticar, satirizar, ironizar ou, simplesmente, zoar alguém, faça com graça.

Quanto mais estilo pythonesco você fizer, melhor.

Veja Mais Em: O Ministro do Andar Tolo caminha pela Noruega 

A outra pessoa vai ficar com cara de bobo (talvez, com mais cara de bobo do que já tem).

PASTOR
Foi o que aconteceu nos arredores da Universidade de San Diego, nos Estados Unidos.

Um pastor começou a gritar ensinamentos homofóbicos para um público de transeuntes.

Veja Mais Em: Monty Python e os filmes banidos na Irlanda 

Foi então que um estudante (que, certamente, sabia qual é a melhor maneira de calar a boca de alguém usando o estilo Monty Python) se postou a seu lado.

E, com muita ironia, logo começou o esquete pythonesco, digno de uma cena do filme A Vida de Brian.

O vídeo foi postado no início do mês, e já tem mais de 420 mil visualizações.

– Ei, mas a única coisa que ele fez foi ficar repetindo as frases do pastor homofóbico. O que tem de Monty Python nisso?
– Ironia, já ouviu falar?