Morre Monty, a cobra píton

E Agora Para Algo Completamente Animalesco:

No dia 1 de novembro de 2013, postei aqui a bela história da cobra Monty (da espécie píton), que vivia numa escola desde 1979.

Veja Mais Em: Já ouviu falar de Monty, a cobra?

Ela ganhou esse nome em homenagem, é claro, ao Monty Python.

Quando a escola fechou, em 1990, o professor de Biologia, David Hampton, decidiu levá-la para casa, afim de cuidar dela como um animalzinho de estimação.

Acontece que, na quinta-feira, 13, a pobre cobra (da espécia píton) teve de ser sacrificada.

Acontece que, recentemente, ele tinha sido diagnosticada com linfoma e, por isso, não comia bem e começou a perder peso cada vez mais.

PÍTON

Monty tinha 38 anos e cerca de 4 metros de comprimento. Não deixa filhos.

Veja Mais Em: Disco, o periquito pythonesco

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 40 anos na cara. Às vezes grava o podcast "Pythoneando" e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor dos livros "A História (quase) Definitiva de Monty Python" e "O Guia da Carreira-Solo dos Membros do Monty Python"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.