Você já ouviu falar em Monty Python e a lança que perfurou Jesus?

Você já deve ter assistido Monty Python Em Busca do Cálice Sagrado e dado muita risada!

Mas, além das piadas e dos absurdos que o Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda cometeram, uma coisa interessante é que o filme é recheado de curiosidades.

Monty Python e a lança que perfurou Jesus

Por exemplo, você sabia que a Santa Granada de Mão de Antioquia (aquela que eles usaram para matar o Coelho Assassino de Caerbannog) foi inspirada na Lança Sagrada de Antioquia?

TODO-PODEROSO

Vou começar falando da caricatura de Deus, feita por Terry Gilliam.

Ela é uma montagem em cima da foto do jogador de críquete W.G. Grace, que morreu em 1915.

Monty Python e Deus
A caricatura é a da esquerda.

A cena do Coelho de Caerbannog foi inspirada em uma imagem existente na Catedral de Notre-Dame, que mostra um menino em uma situação como se estivesse fugindo de um coelho.

O motivo dessa imagem é que ninguém sabe.

A Santa Granada de Mão de Antioquia é parecida com o Orbe do Soberano do Reino Unido, uma das jóias da coroa britânica. Seu nome é uma homenagem à Lança Sagrada de Antioquia, a lança que o centurião romano Longinus usou para perfurar o tórax de Jesus crucificado.

Longinus se converteu e virou santo, o São Longuinho.

ANTIOQUIA

E por que “Antioquia”?

Antioquia é uma cidade da Turquia. E foi lá que eles encontraram a lança.

Na hora em que eles usam a Santa Granada de Mão de Antioquia e matam o Coelho, conseguem, enfim, entrar na Caverna de Caerbannog.

Lá dentro, eles encontram uma inscrição escrita em aramaico, e só o irmão Maynard (Eric Idle) consegue decifrar. Essa inscrição é de José de Arimateia, que, conforme a crença cristã, foi o guardião do Cálice Sagrado.

Então é isso, pessoal! Voltamos a qualquer momento com mais curiosidades pythonescas!!

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 40 anos na cara. Às vezes grava o podcast "Pythoneando" e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor dos livros "A História (quase) Definitiva de Monty Python" e "O Guia da Carreira-Solo dos Membros do Monty Python"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.