Crise na Grécia: Culpa do Monty Python?

No domingo, o jornal inglês The Guardian publicou uma entrevista com o ex-ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis (esse loco da foto).

Ele renunciou ao cargo no mês passado.

Sempre reconhecido pela irreverência, ele contou ao jornal qual foi uma influência política importante durante a sua gestão: “Monty Python“.

Sim! O nosso grupo preferido foi uma “influência política importante, cuja qualidade do país sempre se manifestou na apreciação do ridículo”, disse na entrevista.

PYTHONS
No site oficial do Monty Python, Michael Palin e Terry Gilliam comentaram o assunto:

Palin: “Finalmente, a crise grega começa a fazer sentido”.

Gilliam: “Logo, a felicidade será deles. Será que vão nos agradecer?”

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 39 anos na cara. Às vezes grava o podcast Pythoneando, e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor do livro "A História (quase) Definitiva de Monty Python" e do ebook "O Guia da Carreira-Solo dos Membros do Monty Python"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *