Morre o Supervisor de Efeitos Especiais do Filme ‘O Sentido da Vida’

Ontem, a imprensa britânica anunciou a morte do supervisor de efeitos especiais do filme O Sentido da Vida, Richard Conway. Ele também tinha trabalhado em alguns filmes de Terry Gilliam.

Richard tinha 79 anos.

O supervisor de efeitos especiais do filme O Sentido da Vida

Veja Mais Em: Michael Palin Afirmou Que Quer Morrer Durante um Esquete

De acordo com a revista Variety, ele começou a trabalhar na televisão na década de 1960, em programas como Thunderbirds.

Logo depois, ele começou a trabalhar em filmes como Conan, o Bárbaro e Indiana Jones e o Templo da Perdição. A guinada em sua carreira aconteceu quando ele contribuiu para os efeitos especiais do filme O Sentido da Vida, do Monty Python.

A partir de então, ele trabalhou em Labirinto – A Magia do Tempo, escrito por Terry Jones e dirigido por Jim Henson. Além de ter feito os efeitos especiais de Brasil – O Filme e As Aventuras do Barão de Munchausen, ambos de Terry Gilliam.

As Aventuras do Barão de Munchausen garantiu a Conway uma indicação ao Oscar de Melhor Efeitos Visuais, em 1990

Thiago Meister Carneiro

Jornalista Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 39 anos na cara. Às vezes grava o podcast Pythoneando, e às vezes assiste Monty Python na Netflix. Autor do livro "A História (quase) Definitiva de Monty Python" e do ebook "O Guia da Carreira-Solo dos Membros do Monty Python"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *