• Thiago Meister Carneiro

Ripping Yarns, Uma Série Escrita Por Palin e Jones

The_complete_ripping_yarnsDepois que a série Monty Python Flying Circus terminou, Michael Palin trabalhou com Terry Jones na série Ripping Yarns.

O programa, transmitido de Janeiro de 1976 a Outubro de 1979, era destinado a estudantes, e cada episódio mostrava um olhar diferente da história britânica.

Apesar de não ser tão famosa quanto Fawlty Towers (de John Cleese), essa série  desenvolveu um status cult desde o início do século vinte.

No título, Ripping é uma gíria britânica que significa “excelente”, e Yarns é um coloquialismo para histórias exageradas.

CURIOSIDADES
A música de abertura é Fanfare, da Suíte de Façade no 2. de William Walton.

Pelo menos três episódios nunca foram plenamente gravados. De acordo com Palin e Jones, “O Lobo-do-Mar”, “Rizzo, O Cão Maravilha” e “Drácula No São Dominico”, foram iniciados, mas nunca concluídos.

A primeira temporada foi toda filmada em película, incomum e caro para um programa de entretenimento leve. Isso fez com que custasse o dobro do que uma série normal custaria.

A série foi lançada em três fitas VHS no Reino Unido, na década de 1980.

Em 2000, duas dessas compilações foram reeditadas em DVD como The Complete Ripping Yarns.

PREMIAÇÃO
Em 1980, a série ganhou o BAFTA de Melhor Série/Programa de Entretenimento.

The_complete_ripping_yarns-03

Mais Coisas Pythonescas:

Jornalista e Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 35 anos na cara. Foi para Camelot, mas desistiu de entrar porque era um lugar muito idiota.