• Thiago Meister Carneiro

O Show de Terry Gilliam e Michael Palin foi um Sucesso

Então, vocês sabem que os membros do Monty Python não param!

Desde o início do ano passado, Eric Idle e John Cleese estão em turnê com o show “Together Again At Last… For The Very Last Time” (algo como “Juntos de novo finalmente… pela última vez”).

Veja Mais Em: Terry Gilliam e Michael Palin vão se Apresentar Juntos

E, no domingo, Terry Gilliam e Michael Palin também estrearam um show só deles, chamado “An Englishman, an American and an Indian Walk into a Bar…” (algo como “Um inglês, um americano e um indiano entraram no bar…”)

Nota da redação: Além de Palin (o inglês) e Gilliam (o americano), o show também conta com o ator indiano Shanjeev Bhaskar

Eu não tive o prazer de assistir a esse show, mas O Ministro do Andar Tolo enviou uma repórter especial para fazer a cobertura do evento. (Na verdade, a repórter Mersa Auda, do site The Up Coming esteve lá e fez um post lindo, que eu copiei e postei aqui).

BAR
“Quando foi anunciado um evento estrelado pelas lendas do Monty Python Terry Gilliam e Michael Palin, nunca houve qualquer dúvida de que seria um sucesso. Na verdade, ver os membros do grupo que remodelou a comédia contar suas histórias e se envolver em brincadeiras como só eles podem, feito para uma noite maravilhosa de riso e renovada apreciação de seu trabalho”.

“A noite foi produzida pelo ator-escritor Sanjeev Bhaskar, que já trabalhou com Gilliam no passado e estrelou o premiado musical Spamalot. O palco foi montado como um bar completo, com bartender, margaritas e batatas fritas. Como os três se estabeleceram com suas bebidas em meio a piadas improvisadas, Bhaskar iniciou uma entrevista biográfica que rastreou a viagem da dupla desde o nascimento, passando pelos anos de Monty Python e também as suas carreiras solo”.

“Gilliam e Palin falaram sobre seus primeiros passos no negócio, Gilliam como um ilustrador vindo dos Estados Unidos e Palin como alguém que virou ator contra os desejos de seus pais. Eles contaram os momentos mais salientes de seus dias de Monty Python e fizeram o público reviver a dimensão surreal de sua comédia através de piadas divertidas”.

“O bate-papo foi temperado com pequenos trechos de seus filmes e esquetes de TV. Vendo aquelas cenas memoráveis, embora pela nona vez no caso da maioria dos fãs, não os tornava menos eficazes ou absurdos: o riso estridente do público provou que seu humor ainda é tão fresco quanto pode ser”.

“Um dos destaques foi o clipe de The Christmas Card de Gilliam, uma animação cheia de humor negro, de 1968, onde ele cria resultados violentos em cenas festivas, com resultados divertidos”.

“À medida que as imagens e as histórias se somavam, a noite se tornou uma espécie de documentário ao vivo, aproximando o público do mundo pythonesco a cada passo, com o humor sempre em primeiro plano. Durante o momento das perguntas e respostas, alguém da plateia perguntou: ‘Que conselho você daria aos seus 13 anos de idade?’. Palin respondeu: ‘Não desista ainda!'”

E, para terminar:

“Gilliam e Palin foram os convidados perfeitos considerando o objetivo da noite. Eles são verdadeiros embaixadores da importância de cultivar jovens talentos e investir em novidades, para que o público possa continuar a desfrutar de jóias de criatividade, como os clássicos atemporais que eles próprios ofereceram”.