• Thiago Meister Carneiro

Criança Pode Assistir Monty Python com os Pais?

Ver Monty Python com os pais ou não ver, eis a questão.

É claro que sim, todos devemos ver Monty Python com os pais, com os filhos, com os avós e, principalmente, com os amigos.

Ver sozinho também vale.

FAMÍLIA
Fiz esse questionamento acima porque o site AV Club fez uma pergunta aos seus leitores: “Qual é a experiência familiar de cultura pop mais embaraçosa que você já teve?”

Vários leitores enviaram suas experiências. Teve embaraço com o filme Team America – Detonando o Mundo, com Laranja Mecânica e até com um clipe do Nine Inch Nails.

Mas a resposta mais marcante – para nós – veio do pobre William Hughes.

Ele contou que seus pais sempre foram grandes fãs de Monty Python, e que isso o deixa feliz, pois teve contato com o grupo desde criança.

Daí ele se lembrou de quando tinha 9 anos, e começou a passar Monty Python Em Busca do Cálice Sagrado na tevê, e seus pais deixaram ele assistir em vez de mandá-lo dormir.

Toda a família riu na cena da bruxa e com o desmembramento do Cavaleiro Negro.

Mas eles se esqueceram da sequência do Castelo Anthrax, na cena em que Sir Galahad (Michael Palin) contracena com várias donzelas usando apenas um fino vestido branco. Elas pedem para levarem palmadas e depois receber sexo oral.

Ei que, de repente, o pequeno William solta um: “Mãe, o que é o sexo oral?”

Ele conta que ficou aquele silêncio constrangedor e nada engraçado por um bom tempo.

Mais Coisas Pythonescas:

Jornalista e Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 35 anos na cara. Foi para Camelot, mas desistiu de entrar porque era um lugar muito idiota.