• Thiago Meister Carneiro

Brazil, a Aquarela de Terry Gilliam

brazil_posterEm 1985, Terry Gilliam escreveu e dirigiu Brazil – O Filme, uma distopia estrelada por Jonathan Pryce, Kim Greist e Robert deNiro.

Devido ao filme ter sido lançado muito próximo ao final da ditadura militar no Brasil (1964-1985), a crítica brasileira especulou se o filme não seria uma crítica implícita aos acontecimentos. Mas não tinha nada a ver, conforme Gilliam esclareceu no livro Battle of Brazil:

“O país fictício do filme foi inspirado na cidade Port Talbot, no País de Gales, um cidade onde tudo é coberto com pó de minério de ferro. Até a praia é cheia de poeira. Então, num fim de tarde, o sol estava se pondo. O contraste foi extraordinário, e eu vi um cara sentado na praia sombria com um rádio portátil, ouvindo canções latinas estranhas como ‘Aquarela do Brasil’. A música transportou-me de alguma forma e fez meu mundo menos cinza”

HISTÓRIA
No país [sem nome] onde o filme se desenrola, se desenvolveu uma esdrúxula sociedade burocrática, onde comportamentos humanos são cada vez mais esdrúxulos. Em meio a festas promovidas pela elite, “terroristas” soltam bombas em restaurantes e lojas, gerando reações do governo, que caçam os responsáveis.

brazil o filme terry gilliamO personagem principal, Sam Lowry (Jonathan Pryce) trabalha em uma repartição do governo e mora em um apartamento minúsculo. Sua vida muda quando um funcionário mata uma mariposa, causando um desentendimento que leva um cidadão comum à tortura e morte.

Por conta disso, Sam faz de tudo para salvar o pobre homem, e acaba se apaixonando por uma militante terrorista.

Quando foi lançado, o filme não teve sucesso de crítica nem de público, mas hoje goza de status cult.

CURIOSIDADES
Brazil é o segundo filme de Gilliam da sua “Trilogia da Imaginação”.

O primeiro foi Os Bandidos do Tempo, de 1981, e o terceiro foi As Aventuras do Barão de Münchausen, de 1988. Todos os três filmes são sobre fugas, visto através dos olhos de uma criança, um homem na casa dos 30 anos e um homem idoso.

Se não tivesse sido chamado de “Brazil”, ele seria “1984 e meio” (uma alusão ao também futuro distópico do livro/filme 1984, de George Orwell). Gilliam admitiu que Brazil é inspirado em 1984.

brazil-palin-gif
Holly Gilliam e Michael Palin

O técnico de impressão, da primeira cena do filme, é Ray Cooper, baterista do Elton John.

O Sr. Kurtzman, papel do ator Ian Holm, foi batizado assim em homenagem a Harvey Kurtzman, criador da revista Mad e Help! (Gilliam chegou a trabalhar na revista Help!, desenvolvendo seus cartuns que, anos mais tarde, seriam usados no Monty Python).

A filha de Gilliam, Holly, faz uma participação especial como ela mesma. (O personagem de Michael Palin a chama de Amy, e ela diz que é a Holly. Na vida real, Holly e Amy são filhas de Gilliam).

ELENCO
Dos atores de Brazil, o único python que participa é Michael Palin:

Jonathan Pryce (Sam Lowry)
Robert De Niro (Harry Tuttle)
Katherine Helmond (Sra. Ida Lowry)
Ian Holm (Mr. Kurtzmann)
Bob Hoskins (Spoor)
Michael Palin (Jack Lint)

Para quem não sabe quem é Jonathan Pryce, ele está no elenco de Game of Thrones:

brasil o filme jonathan pryce

Mais Coisas Pythonescas:

Jornalista e Especialista em Estudos Linguísticos e Literários, 35 anos na cara. Foi para Camelot, mas desistiu de entrar porque era um lugar muito idiota.